No dia 23 de agosto, às 18h30, o Instituto Brasiliense de Direito Público (IDP) realiza, em homenagem ao professor Luiz Wambier, o lançamento do Aplicativo CPC Anotado, que tem por finalidade facilitar a pesquisa e entendimento de temas de Direito Processual com anotações sobre cada artigo do Novo Código de Processo Civil de 2015; conta ainda com a comparação artigo por artigo com o Código de 1973. 

De acordo com uma das organizadoras do projeto, Paula Saleh Arbs, “o aplicativo não se destina a substituir a leitura de livros de Direito Processual, mas servir como rápida consulta e referência sobre o conteúdo nos dispositivos do NCPC, como apoio acessivel, facilitado e veloz em sala de aulas, durante reuniões ou em audiências”. 

A iniciativa do projeto é dos professores Paula Saleh Arbs e Jorge Bheron Rocha, em parceria com a empresa RedLight Software, situada em Coimbra, Portugal. Além de contar com a excelente coordenação dos Professores Renata Cortez, Sabrina Dourado, Marco Aurélio Peixoto e Rodrigo Mazzei, e com a participação de mais de 180 renomados autores processualistas.

O aplicativo, que é pago, será constantemente atualizado e a utilização da ferramenta pode ser feita por tablets e smartphones, via Android ou  iOS.

Veja abaixo as principais funcionalidades do aplicativo:

  • Anotações claras, precisas e diretas de todos os dispositivos (artigos, parágrafos, incisos) do NCPC
  • Comparação do NCPC cm o CPC73
  • Ampliação de fonte (letras) para facilitação de leitura
  • Atualização constante da legislação e dos comentários correlatos
  • Consulta no modo off line, após o download, sem necessitar de estar conectado à internet para o seu uso.

O Aplicativo já está disponível para venda na Play Store (Android): https://goo.gl/qwTHcK

E na Apple Store (iOS): https://itunes.apple.com/br/app/cpc-comparado/id1005084892