Mestrado em Administração Pública

CONHEÇA O CURSO

  • Periodicidade: Semestral
  • Aulas:Sextas e Sábados

Concepção do curso

A partir de uma visão interdisciplinar da Administração Pública, o Mestrado Profissional em Administração Pública do IDP (MPAP) está organizado de forma a atender as demandas dos diversos perfis de servidores públicos e outros profissionais que atuam direta ou indiretamente com políticas públicas e gestão governamental.

O MPAP é um mestrado stricto sensu, aprovado e recomendado pela CAPES, que privilegia a aplicação do conhecimento teórico à solução de problemas relacionados à formulação, ao monitoramento e à avaliação de políticas públicas e à gestão governamental.

O objetivo principal do Mestrado é dotar os profissionais de um conjunto de conhecimentos e técnicas que os permitam desempenhar com maior e ciência, eficácia e efetividade seu trabalho.

Por se tratar de um mestrado stricto sensu recomendado pela CAPES, o MPAP qualifica seus concluintes a postular um programa de doutorado, caso desejem.

Caio Resende

Coordenador: Caio Resende

Doutor e Mestre em Economia pela Universidade de Brasília. Atualmente, é Consultor Legislativo de Políticas Microeconômicas no Senado Federal e Coordenador Executivo do Mestrado Profissional em Administração Pública – Políticas Públicas e Gestão Governamental do IDP. Foi Coordenador-Geral de Políticas Regulatórias na Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República e Analista de Comércio Exterior na Apex-Brasil e no Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio. Realizou diversas avaliações de impacto, tendo sido um dos Vencedores do Prêmio Seplan 2017 na área de avaliação de políticas públicas. Tem experiência na área de Economia, com ênfase em Economia do Setor Público, Avaliação de Políticas Públicas e Economia da Regulação.

Entre as sete disciplinas optativas que deverá cursar, o estudante tem total liberdade para optar por qualquer combinação de disciplinas das cinco áreas de interesse, de forma a melhor atender aos objetivos de sua pesquisa. Estimula-se, fortemente, que o estudante curse disciplinas de diferentes áreas de interesse, com vistas a ressaltar o caráter interdisciplinar da formação do mestrando.

 

1. Políticas Públicas e Desenvolvimento Social

Alexander Cambraia
Pesquisador Sênior do International Policy Centre for Inclusive Growth (IPC-IG/UNDP)

Alexander Cambraia

Luis Paiva
Gestor Público (EPPGG) e Ex-Secretário do Bolsa Família

Luis Paiva

Pedro Cavalcante
Gestor Público (EPPGG) e Coordenador de Estudos e Políticas de Estado do IPEA

Pedro Cavalcante

Suely Vaz
Ex-Presidente do IBAMA e Consultora da Câmara dos Deputados

Suely Vaz

2. Gestão Pública Contemporânea e Modernização do Estado

Alexandre Gomide
Diretor de Estudos e Políticas do Estado, Instituições e Democracia (DIEST)

Alexandre Gomide

Antonio Anastasia
Senador e Ex-Governador de Minas Gerais

Antonio Anastasia

Felipe Cruz
Coordenador-Geral de Cooperação em Gestão - Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão

Felipe Cruz

Leany Lemos
Servidora do Senado Federal e Secretária de Planejamento, Orçamento e Gestão do RS

Leany Lemos

3. Regulação, Concorrência e Infraestrutura

José Luiz Rossi
Coordenador • Doutor em Economia

José Luiz Rossi

Luiz Ricardo Cavalcante
Consultor Legislativo no Senado Federal

Luiz Ricardo Cavalcante

Marcelo Guaranys
Secretário executivo do Ministério da Economia e Ex-Presidente da ANAC

Marcelo Guaranys

Márcio Oliveira
Consultor Legislativo e ex-Presidente do CADE

Márcio Oliveira

4. Controle e Combate à Corrupção

Jorge Hage
Ex Ministro-Chefe da CGU

Jorge Hage

Napoleão Nunes
Ministro do STJ

Napoleão Nunes

Weder de Oliveira
Ministro do TCU

Weder de Oliveira

5. Gestão do Judiciário e Meios Alternativos de Solução de Conflitos

Fernando Meneguin
Doutor em Economia. Diretor do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor – DPDC, do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Fernando Meneguin

Luis Felipe Salomão
Ministro do STJ

Luis Felipe Salomão

Marco Buzzi
Ministro do STJ

Marco Buzzi

Confira abaixo o passo a passo para ingresso no Mestrado do IDP.

ETAPA 1: PREENCHIMENTO DO CURRÍCULO E DO PLANO DE ESTUDOS

O currículo e plano de estudos deve ser preenchido em modelo próprio do IDP, que pode ser baixado clicando aqui.

ETAPA 2: PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO E ENVIO DO CURRÍCULO E PLANO DE ESTUDOS

O formulário de inscrições está disponível no Portal do IDP. Você pode acessá-lo, clicando aqui. Ao final do preenchimento, deve ser paga a taxa de inscrição, no valor de R$ 100,00 (cem reais).

ETAPA 3: ANÁLISE DA DOCUMENTAÇÃO

A documentação enviada será analisada pela banca examinadora. Será atribuída nota de 0 (zero) a 10 (dez) pontos com base nos critérios acima descritos. Será considerado reprovado e eliminado o candidato que obtiver pontuação inferior a 7 (sete). Serão aprovados para a etapa seguinte até 60 candidatos.

ETAPA 4: ENTREVISTA

Os candidatos pré-aprovados nas etapas anteriores serão convocados para uma entrevista com a banca examinado do MPA. As datas e os horários das entrevistas serão definidos pela banca examinador e comunicados aos candidatos. A entrevista poderá ser realizada presencialmente (na sede do IDP) ou por Skype.

A “Avaliação Oral” terá duração aproximada de 15 (quinze) minutos e consistirá em arguição do candidato pela Comissão de Seleção com base nas informações do currículo do candidato e do seu plano de estudos. Trata-se de avaliação formativa, de caráter eliminatório, que visa aferir a adequação do candidato, seu currículo e plano de estudos ao Programa de Mestrado Profissional do IDP.

ETAPA 5: DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS

A lista de aprovados será divulgada no portal www.idp.edu.br, na coluna de notícias.

ETAPA 6: MATRÍCULA

Os candidatos aprovados serão comunicados por e-mail, que conterá as orientações para formalização da matrícula.

CRONOGRAMA:

Portaria

Política institucional de credenciamento de professores no Mestrado Profissional em Administração Pública.

Regulamento

Regimento Interno

Autorização:
Portaria MEC nº 1.041, de 09 de setembro de 2016. Publicada no D.O.U. nº 175, de 12/09/2016.

Reconhecimento:
Portaria MEC nº 609, de 14 de março de 2019

NOSSOS DIFERENCIAIS

O principal diferencial do MPAP é, certamente, a qualificação do corpo docente. Os professores que integram o quadro docente do mestrado, além de se destacarem pela alta e diversificada qualificação acadêmica, também se caracterizam por desempenharem funções relevantes nos altos escalões do setor público. Entende-se que esse é um aspecto fundamental do programa, uma vez que permite expor, analisar e discutir com os estudantes do mestrado os desafios atuais da gestão pública brasileira. Além disso, a composição do corpo docente favorece uma aplicação mais imediata do ferramental teórico exposto em cada uma das disciplinas à realidade da Administração Pública, o que acentua o caráter “profissionalizante” do curso, que não apenas se manifesta na seleção dos estudantes, mas que já está fortemente presente na composição do Corpo Docente.

O MPAP está organizado a partir da oferta de disciplinas de 2 créditos (40 horas/aula), sendo 05 disciplinas obrigatórias – totalizando 10 créditos – e 7 disciplinas optativas – contabilizando 14 créditos. Há, ainda, a previsão de 6 créditos para as atividades de elaboração do Trabalho de Conclusão de Curso/Dissertação.

O curso regular é desenvolvido em 24 meses, com oferta bimestral de disciplinas. As matérias são oferecidas quinzenalmente, às sextas e aos sábados, o que permite aos interessados conciliar sua participação no mestrado com o exercício profissional.

O curso inova, portanto, em seu formato, que prevê cerca de 16 encontros anuais (4 por bimestre) de dois dias de aula (sextas à tarde/noite e sábados durante o dia), o que facilita a participação de profissionais que desejem fazer o curso sem abrir mão da continuidade de sua carreira profissional.

Oportunamente, poderão ser oferecidas matérias optativas em dias de semana, no turno noturno, de acordo com a disponibilidade dos docentes.

Estudos de Caso

Uma das principais características do MPAP é a metodologia de ensino, que, além de uma sólida formação teórica, confere especial atenção à análise de estudos de caso e de aplicações práticas do conhecimento à gestão pública.

Dessa forma, busca-se expor o estudante, desde o primeiro semestre, a exemplos reais de técnicas de gestão e de políticas públicas inovadoras implementadas ao redor do mundo.

Além disso, a matriz curricular foi concebida de maneira a fornecer ao aluno uma formação completa e multidisciplinar, envolvendo as quatro principais áreas do conhecimento necessárias a um profissional de excelência no setor público: Administração Pública, Ciência Política, Direito e Economia.

O Mestrado em Administração Pública da EAB/IDP destina-se aos servidores públicos e profissionais de áreas correlatas de nível superior que ocupem posição de liderança em posições nas quais trabalhem direta ou indiretamente com o processo de formulação, implementação, monitoramento, avaliação e/ou regulação de políticas públicas e programas sociais.

É desejável que os participantes já possuam experiência no exercício de atividades relacionadas ao processo de gestão governamental e/ou políticas públicas.

A experiência é valorizada de forma a aumentar a qualidade dos debates em sala de aula, permitindo a maior troca de experiência entre os discentes e aumentando a possibilidade de surgimento de soluções inovadoras para a Administração Pública.

AINDA COM DÚVIDAS?

Share This Course