04 jun, 2020

Alunos do IDP conquistam vaga nacional em competição baseada no método Harvard de Negociação

Evento Meeting de Negociação discute técnicas de negociação e recebe profissionais e estudantes de todo o mundo

 

Nascida dos estudos de Harvard sobre Negociação, o Meeting de Negociação é uma competição mundial, organizada pela International Negotiation Competition (INC), com o objetivo de fomentar a arte da negociação e de desenvolver habilidades de capacitação, feedbacks, compartilhamento de aprendizados e networking. Dividida em etapas (Regional, Nacional e Internacional), o evento recebe profissionais e estudantes de vários países.

Neste ano, o IDP conquistou a vaga e representa, junto a outras três instituições de ensino, o Centro-Oeste na fase Nacional, concorrendo à etapa Internacional. Conheça a equipe:

Professores:

  • Eduardo Machado Dias
  • Magaly Palhares
  • Flávia Siqueira
  • José Maurício de Lima

Alunos

  • Alexandre Van Gualberto
  • Caio Carneiro
  • Gabriela Moreira de Oliveira
  • Maria Gorett de Couto Gomes
  • Lucas Pires
  • Monique Holanda
  • Micaela Tubaki

Dentre as classificadas, a nossa equipe é a única a participar do Meeting pela primeira vez. Nós conversamos com alunos e professores classificados para saber mais. Confira a entrevista.

 

  1. Como foi chegar à etapa nacional?

Professor Eduardo Machado: Foi bastante gratificante perceber a entrega dos alunos. Eles abraçaram a ideia e se dedicaram muito nos treinamentos. Um resultado excelente, ainda mais no contexto da pandemia e considerando que a maioria dos alunos não teve muito contato com a disciplina de negociação.

Professor José Maurício: Tradicionalmente, os encontros são presenciais, mas, este ano, em função da pandemia do COVID19, o evento ocorreu de forma virtual. Embora tenha sido uma experiência nova, não causou nenhum prejuízo. Foi a primeira vez que o IDP participou. O nosso trabalho foi intenso, mas foi altamente gratificante conseguir a classificação para a fase nacional.

Professora Magaly Palhares: Acredito que chegar à etapa Nacional proporcionou, para toda a equipe do IDP, a sensação de dever cumprido, de ter dado o nosso melhor e reforçou a ideia de que o ensino-aprendizagem extrapola a sala de aula.

 

Estudante Gabriela Moreira: Foi intenso e estressante. O Meeting surpreendeu a gente, mas, como estávamos muito alinhados e conectados entre equipe, conseguimos evoluir rápido e ultrapassar três equipes veteranas. Eu resumiria o resultado em: trabalho em equipe, através de metodologia de alta performance, team building, união e apoio dos professores e competidores.

Estudante Lucas Pires: No início dos encontros, eu achei um vídeo, do ano passado, da dupla campeã e notei que elas estavam na competição pela primeira vez. Então percebi que, se a gente se dedicasse e estudasse, teríamos chance de ganhar. Foi uma surpresa, mas ao mesmo tempo não, porque a gente lutou para conseguir. O espirito de equipe reinou.

 

  1. Como tem sido acompanhar esse grupo?

Professor Eduardo Machado: O grupo é muito dedicado e engajado. Temos feito de três a quatro encontros semanais, com simulação de negociação. Cada um se conecta de casa e representa um papel na simulação, para que a gente tenha um bom desempenho, como foi na regional.

Professor José Maurício: Um negociador necessita desenvolver habilidades específicas, como uma comunicação empática, criativa, clara, segura e objetiva. É importante ser proativo e conhecer muito bem sobre o que está negociando, além de estudo a respeito do comportamento dos negociadores. Felizmente, o grupo entendeu essas necessidades e se dedicou com muito afinco. Hoje temos um grupo de negociadores altamente qualificados.

Professora Magaly Palhares: Está sendo um grande presente. Nesses meses de treinamento, com encontros sequenciados, percebi que a equipe IDP virou um time muito cooperativo, em que cada um é, com certeza, um todo!

 

  1. Quais as expectativas para a próxima fase?

Professor Eduardo Machado: A expectativa é de crescimento contínuo. Queremos ter um bom resultado para participar da etapa internacional, mas o principal é que os alunos passem a fazer melhor gestão das emoções e aprendam a lidar com as surpresas desse ambiente. Queremos torná-los mais preparados para resolver conflitos e impasses, de forma eficiente e econômica, sem precisar recorrer ao judiciário.

Professor José Maurício: Estamos muito animados para a próxima fase. Os alunos classificados estão muito empenhados e os estudos já foram retomados. O Professor Eduardo Dias tem conduzido o grupo com muita seriedade e competência.

Professora Magaly Palhares: A próxima fase será em inglês e envolverá equipes de cinco regiões do Brasil, o que exige dos participantes um empenho ainda maior. Mas tem sido muito gratificante acompanhar o crescimento individual de todos e o apoio dos colegas com aqueles que estarão na linha de frente. Realmente, formaram um time de campeões!

 

Estudante Gabriela Moreira: Evoluímos muito e acredito que, durante os rounds e treinos, iremos evoluir mais. Não gosto de trabalhar com o víeis competitivo, mas sim cooperativo, e acredito que temos as qualidades técnicas para sermos classificados como bons negociadores. Provavelmente, essa habilidade pode nos deixar entre as equipes qualificadas na etapa nacional.

Estudante Lucas Pires: A próxima etapa vai ser em inglês, isso deixa a gente um pouco apreensivo. A nossa equipe tem um diferencial que é estar junta em todos os momentos. Quem fala inglês melhor vai ajudando o outro, mas realmente dá um frio na barriga.

 

  1. Quais os reflexos desta participação para o IDP?

Professor Eduardo Machado: Participar de uma competição como essa, em que competem as melhores instituições do Centro-Oeste, e conseguir um bom resultado demonstra que o IDP está sempre na vanguarda. Somos pioneiros na implementação de novas disciplinas e iniciativas. Esse resultado mostra que o IDP está alinhado às práticas das universidades mais reconhecidas do mundo.

Professor José Maurício: O IDP, que é uma instituição que preza pela excelência dos seus cursos, apoiou integralmente a nossa participação no evento e com isso ganha mais visibilidade. Os alunos do Curso de Direito e de Administração Pública têm a oportunidade de desenvolverem habilidades importantes e indispensáveis para o desenvolvimento profissional.

Professora Magaly Palhares: Os alunos do IDP estão tendo a oportunidade de ampliar seus conhecimentos em relação à utilização do método de Negociação de Harvard. Nossa equipe fez história por ter participado da 1ª competição em versão virtual e por conseguir uma vaga na etapa Nacional. O IDP tem sido reconhecido nacionalmente e internacionalmente por participar do Meeting de Negociação.

 

  1. O que você aprendeu com o Meeting de Negociação?

Estudante Gabriela Moreira: Aprendi que o importante não é fechar todos os acordos, mas sim desenvolver bons acordos. E que não precisamos ter pressa e nem querer ter o controle, mas precisamos estar preparados, treinados, tranquilos e em harmonia com a nossa equipe.

Estudante Lucas Pires: Eu aprendi a não olhar só para o meu lado. Nós usamos o modelo de negociação “ganha ganha”, baseado nas técnicas de Harvard, em que os dois lados saem beneficiados. Eu consigo aplicá-lo à minha a vida pessoal. É uma reconstrução do nosso papel social.

 

  1. O que você diria para outros alunos do IDP que não conhecem o Meeting ou nunca participaram de alguma competição acadêmica?

Estudante Gabriela Moreira: O Meeting é uma grande oportunidade de desenvolvimento para um bom advogado, porque trabalhamos habilidades importantíssimas para a nossa atuação. Além disso, a chance de criar laços mais profundos, com uma equipe, não tem preço. É realmente uma experiência incrível de pertencimento e união.

Estudante Lucas Pires: As maiores oportunidades da vida estão escondidas. Hoje, dentro do grupo, eu sei que realmente valeu a pena ter procurado por essa. Por isso, busquem novas oportunidades. Se a gente se dedicar, consegue alcançar. Estou dando essa entrevista hoje, porque, um dia, eu corri atrás dessa oportunidade e lutei para mantê-la.

 

  1. Quais os impactos desta atividade na sua jornada acadêmica?

Estudante Gabriela Moreira: Acredito que melhorei bastante minhas habilidades como mediadora e estou bem mais afiada na identificação de necessidades e interesses das partes. Também tive uma melhora na minha capacidade criativa e na solução de conflitos, além do desenvolvimento da retórica argumentativa e liderança. Serão diferenciais para o meu futuro profissional como advogada.

Estudante Lucas Pires: Eu pretendo estudar e me aprofundar nessa linha. Quero fazer o curso on-line de Harvard sobre negociação e me dedicar nessa questão, talvez ser um negociador. Realmente é uma área que tem uma demanda necessária e que eu acabei me apaixonando. Principalmente nos métodos de Harvard, porque são revolucionários.

AINDA COM DÚVIDAS?