fbpx
IDP

Ética no Jornalismo de Dados

Resumo

Os jornalistas de dados têm a obrigação, como qualquer outro jornalista, de zelar pela ética no exercício diário da profissão. Hoje, no entanto, ainda não há bases sólidas nos manuais de redação e livros que ensinam a lidar com os dilemas diários do jornalismo de dados. Como apurar com ética? Como lidar com grandes vazamentos? Como trabalhar em equipe? E como equilibrar transparência e
proteção de dados pessoais?

Objetivos de aprendizagem

Entender os desafios éticos do jornalismo de dados:
• Aprender sobre a ética na apuração do jornalismo de dados;
• Aprender a lidar com grandes vazamentos de dados e trabalhos em equipe;
• Aprender a comunicar esses dilemas aos leitores em investigações que usam dados;
• Debater o equilíbrio entre transparência e proteção aos dados pessoais.

Formulário de Inscrição

Professores

Bárbara Libório

Jornalista especializada em jornalismo de investigação, dados e visualização pela Universidad Rey Juan Carlos. É idealizadora e coordenadora do Elas no Congresso, um projeto da Revista AzMina que usa dados públicos do legislativo para monitorar os direitos das mulheres na Câmara e no Senado. Passou por Aos Fatos, Época, Canal Meio, IstoÉ, Folha de S.Paulo e Exame.com. É mestranda em Mídias Criativas na UFRJ.

Fernanda Campagnucci

Diretora-executiva da Open Knowledge Brasil. De 2013 a 2019, atuou como gestora pública na Prefeitura de São Paulo, tendo sido responsável pela política municipal de transparência, abertura de dados e integridade na Controladoria Geral do Município, além de ter liderado projetos de tecnologia, inovação e governo aberto na Secretaria Municipal de Educação. Graduada em Jornalismo e mestre em Educação pela Universidade de São Paulo, é doutoranda em Administração Pública e Governo na Fundação Getúlio Vargas (EAESP-FGV). Especialista em Transparência e Accountability pela Universidade do Chile (2014), foi fellow de Governo Aberto da Organização dos Estados Americanos (2015), Líder de Dados Abertos do Open Data Institute (2016) e fellow de governo da Unidade Operacional Governança Digital da Universidade das Nações Unidas, a UNU-EGOV (2018). É professora convidada do Insper nos cursos de Compliance e Inovação no Setor Público.

Juliana Dal Piva

Formada pela Universidade Federal de Santa Catarina e possui mestrado pelo Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil (CPDOC) da Fundação Getulio Vargas. Trabalhou nos jornais O Dia, Folha de S. Paulo, O Estado de S. Paulo, O Globo e revista Época. Obteve oito premiações de jornalismo. Entre elas, o Prêmio Líbero Badaró de jornalismo impresso em 2014 e também foi menção honrosa do Prêmio Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos. Foi finalista de inovação do prêmio Gabriel Garcia Marquez em 2017 com a cobertura do processo de impeachment da presidente Dilmar Rousseff. Em 2019, recebeu ainda o Prêmio Relatoría para la Libertad de Expresión (RELE) da Comissão Interamericana de Direitos Humanos da OEA, pelo trabalho "Em 28 anos, clã Bolsonaro nomeou 102 pessoas com laços familiares". Em 2020, o trabalho "Sagrado Proibido" sobre a perseguição histórica às religiões afro-brasileiras integrou a short list do True Story Awards, primeiro prêmio Global de Jornalismo.

Flavia Lima

Ombudsman da Folha de S.Paulo desde maio de 2019. Foi repórter de economia da Folha, do Valor Econômico e da Gazeta Mercantil. Trabalhou também na TV Bloomberg, como produtora e repórter, e foi editora do site da revista Dinheiro, da Editora Três. Formada em Direito pelo Mackenzie e em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo (USP).

Guilherme Amado

Guilherme Amado é colunista da revista Época e da Rádio CBN. Cobre política e crime organizado em diferentes vertentes desde 2009. Em 2014, recebeu os prêmios Esso e Tim Lopes com a reportagem Os embaixadores do Narcosul. É John S. Knight Journalism Fellow na Universidade Stanford, onde estudou colaboração entre jornalistas investigativos, e integra o International Consortium of Investigative Journalists (ICIJ), responsável pelas principais investigações transnacionais no mundo, como o Panamá Papers. É formado pela PUC-Rio e vice-presidente da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji).

Conteúdo do Curso

O que é jornalismo de dados?

19h às 21h

Professores: Bárbara Libório, Juliana Dal Paiva, Guilherme Amado, Flavia Lima, Fernanda Campagnucci

Os dilemas éticos na apuração

19h às 21h

Professores: Bárbara Libório, Juliana Dal Paiva, Guilherme Amado, Flavia Lima, Fernanda Campagnucci

Vazamentos e trabalho em equipe

19h às 21h

Professores: Bárbara Libório, Juliana Dal Paiva, Guilherme Amado, Flavia Lima, Fernanda Campagnucci

 

Como comunicar os dilemas aos leitores

19h às 21h

Professores: Bárbara Libório, Juliana Dal Paiva, Guilherme Amado, Flavia Lima, Fernanda Campagnucci

Transparência e proteção de dados

19h às 21h

Professores: Bárbara Libório, Juliana Dal Paiva, Guilherme Amado, Flavia Lima, Fernanda Campagnucci

Achamos que isso vai te interessar:

Conheça o nosso curso de Graduação em Publicidade e Propaganda

Saiba Mais

Conheça o podcast Toda Mídia do IDP

Saiba Mais

Cursos relacionados

Boas práticas jornalísticas para não fomentar a polarização

Gratuito

Saiba mais

Como gerenciar projetos pode te fazer um jornalista melhor

Gratuito

Saiba mais

FAÇA-SE A LUZ – Crie uma iluminação profissional para sua fotografia

Gratuito

Saiba mais
Veja outros cursos

Assine nossa newsletter e receba novidades!