fbpx
IDP

Fake news e os desafios da desinformação para a comunicação social

Resumo do Curso: 

O curso tem por objetivo passar por conceitos introdutórios sobre a desinformação, de forma calcada na sua relevância atual, através de insumos teóricos e práticos. A abordagem será multidisciplinar, considerando a desinformação em sua origem nas ciências sociais e da comunicação e consequências que atravessam essas e outras áreas do conhecimento.

Objetivos da aprendizagem: 

– Conhecimento dos conceitos teóricos básicos

– Explorar as hipóteses sobre como a desinformação afeta a comunicação social atualmente

– Mapeamento dos desafios de regulação

Perfil do aluno: 

– Profissionais e estudantes de ciências socias, políticas, da comunicação e do direito.

– Pessoas interessadas em relatos acadêmicos e de jornalistas dedicados à compreensão do fenômeno da desinformação e de suas consequências para as democracias atuais.

Conteúdo programático: 

– Desinformação, digitalização e polarização política;

– Desinformação digital: redes sociais e mensageria privada;

– Desinformação eleitoral;

– Regulação da desinformação .

Formulário de Inscrição

Professores

Clara Iglesias Keller (coordenadora do curso)

Pesquisadora no WZB Berlin Social Science Center e Associada ao Alexander von Humboldt Institute for Internet and Society. Doutora e Mestre em Direito Público pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro – UERJ e L.LM em Direito da Tecnologia da Informação e da Mídia pela London School of Economics and Political Science. Foi research fellow no Leibniz Institute for Media Research. Professora, pesquisadora e advogada especializada em regulação de tecnologias da informação. Autora do livro “Regulação Nacional de Serviços na Internet: exceção, legitimidade e o papel do Estado”.

Patrícia Campos Mello

Repórter especial da Folha de S. Paulo.

João Bachur

Professor e coordenador do mestrado e do doutorado em direito constitucional do IDP/Brasília, professor do Insper/SP. Doutor em ciência política pela USP com pós-doutorado pela Universidade Livre de Berlim.

Rafael Evangelista

Rafael Evangelista tem doutorado em antropologia social pela Unicamp, é professor no programa de pós-graduação em Divulgação Científica e Cultural e pesquisador do Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo (Unicamp). Em 2018, foi pesquisador visitante no Surveillance Studies Centre (SSC) da Queen's University, no Canadá. Entre seus temas de pesquisa estão a comunicação da ciência, desinformação, economia política das tecnologias da informação e capitalismo de vigilância no Sul Global. É membro da Rede Latino Americana de Pesquisa em Vigilância, Tecnologia e Sociedade (lavits.org) e conselheiro do Comitê Gestor da Internet (CGI.br)

Fernanda Bruno

Fernanda Bruno é professora do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura e do Instituto de Psicologia da UFRJ. Foi pesquisadora visitante na Sciences Po, Paris (2010-2011) e do Departamento de Humanidades Digitais do King's College, Londres (2019-2020). É membro-fundadora da Rede Latino-americana de estudos em vigilância, tecnologia e sociedade/LAVITS e coordena o MediaLabUFRJ. Atualmente, é pesquisadora colaboradora do Surveillance Studies Centre da Queens University, Canadá. Entre seus livros, estão: Máquinas de ver, modos de ser: vigilância, tecnologia e subjetividade (Sulina, 2013) e Tecnopolíticas da Vigilância: perspectivas da margem (2018, Boitempo). É co-editora da Revista DR.

Diogo Rais

Diogo Rais é advogado e Cofundador do Instituto Liberdade Digital. Doutor e Mestre em Direito Constitucional pela PUC-SP. Colunista exclusivo na área eleitoral para o jornal Valor Econômico durante as eleições de 2016 e de 2020, e da Folha de S. Paulo para as eleições de 2018. Professor de Direito Eleitoral da Universidade Presbiteriana Mackenzie e da FGVLaw. Membro da Academia de Direito Eleitoral e Político – ABRADEP. Coordenador dos livros Direito Público Digital; Fake news: a conexão entre a desinformação e o Direito; e Direito Eleitoral Digital todos da editora Revista dos Tribunais. Foi um dos especialistas convidados pela relatoria especial de liberdade de expressão da OEA para colaborar com o guia de combate à desinformação. Pesquisa o tema da tecnologia e eleições desde 2012.

Cecília Olliveira

Cecília Olliveira é jornalista investigativa e editora contribuinte no Intercept Brasil e criadora da plataforma de monitoramento da violência armada Fogo Cruzado.

Danilo Doneda

Danilo Doneda é Doutor em Direito Civil, advogado, professor no IDP e membro indicado pela Câmara dos Deputados para o Conselho Nacional de Proteção de Dados e Privacidade.

Conteúdo do Curso

Desinformação, digitalização e polarização política

Professor: João Bachur (IDP/INSPER)

11/12

18:00 às 19:30

Desinformação digital: redes sociais e mensageira privada

Professores: Fernanda Bruno (UFRJ) e Rafael Evangelista (Unicamp)

14/12

18:00 às 19:30

Desinformação eleitoral

Professor: Diogo Rais (FGV/SP)

15/12

18:00 às 19:30

Regulação da desinformação

Professores: Clara Iglesias Keller (WZB/Berlin) e Danilo Doneda (IDP)

16/12

18:00 às 19:30

Palestra de encerramento: A formação do jornalista em tempos de desinformação

Professora: Cecília Oliveira (The Intercept)

18/12

18:00 às 19:30

Achamos que isso vai te interessar:

Conheça o nosso curso de Graduação em Publicidade e Propaganda

Saiba Mais

Conheça o podcast Toda Mídia do IDP

Saiba Mais

Cursos relacionados

Boas práticas jornalísticas para não fomentar a polarização

Gratuito

Saiba mais

Como gerenciar projetos pode te fazer um jornalista melhor

Gratuito

Saiba mais

Geração de Leads Online

Gratuito

Saiba mais
Veja outros cursos

Assine nossa newsletter e receba novidades!