28 dez, 2018

IDP lança Doutorado em Direito

O IDP abre sua primeira turma de Doutorado em Direito. O curso foi autorizado pelo Ministério da Educação – MEC no dia 6 de dezembro. No curso, o doutorando terá contato com o estudo dos princípios constitucionais e suas repercussões nos demais ramos do Direito, contemplando pesquisas sobre, direitos fundamentais, processo e jurisdição constitucional, propondo novas interpretações sobre diversas áreas do Direito à luz dos princípios constitucionais.

De acordo com o Doutor e Coordenador, João Bachur, o programa é um grande passo para a vida acadêmica de um jurista. “O Doutorado é muito importante porque ele permite uma qualificação acadêmica de altíssimo nível e abre portas para novos caminhos profissionais, além disso, também é feito um networking do mundo jurídico para todo operador do Direito, seja qual for sua profissão”, explica o Coordenador.

O programa está vindo com um formato inovador “Em primeiro lugar a concepção pedagógica, no IDP buscamos compreender e investigar os diferentes ramos do direito a partir do papel estruturante do direito constitucional, sempre com a preocupação de contribuir para a solução de problemas concretos do país. Em segundo lugar a metodologia, utilizamos o formato weekend, com aulas concentradas em encontros quinzenais às sextas e sábados, isso permite que o profissional concilie o exercício profissional com a carreira acadêmica”, explica.

“Em terceiro lugar, em nosso corpo docente contamos com professores com destacado perfil acadêmico e atuação como ministros de cortes superiores, desembargadores, juízes, promotores e advogados consagrados, dentre eles autores de obras de referência. Tudo isso permite debates de altíssimo nível em sala de aula. Em quarto lugar a internacionalização. No IDP é oferecido regularmente cursos intensivos no exterior, dando aos doutorandos que atuam profissionalmente uma possibilidade para vivenciar, de forma intensiva, o debate acadêmico internacional”, finaliza o Docente.

O Doutorado do IDP contará com diversos docentes de altíssima qualidade durante o período de sua formação, como o Ministro do Superior Tribunal Federal e Doutor em Direito Constitucional, Gilmar Mendes, Ministro do Superior Tribunal de Justiça e Doutor em Direito, Paulo Sanseverino, a Doutora em Direito e Gestora Governamental do CADE, Laura Schertel, o Subprocurador-Geral da República e Doutor em Direito, Paulo Gonet Branco e Doutor em Direito o Ministro do Supremo Tribunal de Justiça, Ricardo Cueva.

As inscrições para o Doutorado estarão disponíveis a partir do dia 17 de fevereiro, seguidas de uma entrevista de 20 a 23 de fevereiro e por fim, iniciando as aulas em março. A duração do curso costuma variar entre 3 e 4 anos.

Confira mais informações abaixo:

AINDA COM DÚVIDAS?