IDP

Ferramentas de acessibilidade

VLibras


LAIPP

Laboratório de Avaliação & Inovação em Políticas Públicas

quem somos

O Laboratório de Avaliação e Inovação em Políticas Públicas (LAIPP) é uma iniciativa dos Programas de Mestrado em Administração Pública e Economia do IDP que tem por objetivo principal preencher a lacuna entre o conhecimento gerado por meio de avaliações de políticas públicas cientificamente rigorosas e o conhecimento utilizado para implementação de políticas públicas e programas sociais no País.

o que fazemos

A rede de pesquisadores do LAIPP busca sintetizar, em linguagem clara, acessível e intuitiva, avaliações de políticas públicas nas mais diversas áreas do conhecimento realizadas no Brasil e no exterior. Além disso, em breve, lançaremos nosso Programa de Micromaster em Big Data para Monitoramento e Avaliação de Políticas Públicas, com o objetivo de capacitar pesquisadores em diferentes métodos de avaliação de impacto.

 

quem somos

O Laboratório de Avaliação e Inovação em Políticas Públicas (LAIPP) é uma iniciativa dos Programas de Mestrado em Administração Pública e Economia do IDP que tem por objetivo principal preencher a lacuna entre o conhecimento gerado por meio de avaliações de políticas públicas cientificamente rigorosas e o conhecimento utilizado para implementação de políticas públicas e programas sociais no País.

o que fazemos

A rede de pesquisadores do LAIPP busca sintetizar, em linguagem clara, acessível e intuitiva, avaliações de políticas públicas nas mais diversas áreas do conhecimento realizadas no Brasil e no exterior. Além disso, em breve, lançaremos nosso Programa de Micromaster em Big Data para Monitoramento e Avaliação de Políticas Públicas, com o objetivo de capacitar pesquisadores em diferentes métodos de avaliação de impacto.

DESTAQUES

20/09/2021
Prefeitos e presidentes em partidos aliados influenciam nos valores das transferências partidárias?
17/09/2021
Qual é o impacto da concessão de microcrédito orientado sobre a inadimplência?
14/09/2021
Como mensurar a eficiência das Universidades Federais Brasileiras?

Vulnerabilidade é um determinante para o clientelismo?

03/09/21 Brasil Política Econômica e Governança Avaliação Experimental (RCT)
O clientelismo é o nome dado para a distribuição de bens em troca de apoio político, prejudicando o funcionamento das instituições democráticas. O objetivo do estudo é testar a hipótese de que a redução da vulnerabilidade das famílias diminua o clientelismo. Foi feito um experimento aleatório na região nordeste do Brasil com 1.308 famílias, das quais 615 receberam a intervenção da construção de uma cisterna para a redução da vulnerabilidade. Os resultados demonstram que na eleição 2012, a redução da vulnerabilidade irá diminuir em 3 pontos percentuais a probabilidade de os indivíduos solicitarem bens privados aos políticos.


Famílias bem-informadas podem melhorar o desempenho escolar?

31/08/21 Brasil Educação Avaliação Experimental (RCT)
Ainda não se sabe ao certo como a comunicação direta entre escolas e famílias afeta o desempenho e a frequência de alunos. Por isso, pesquisadores, em parceria com a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo, conduziram um experimento de larga escala com alunos da nona série do Ensino Médio, no intuito de mensurar o efeito de diferentes estratégias de comunicação. Os resultados indicam que famílias que recebem informações semanais sobre os alunos, assim como informações sobre a importância de acompanhar suas atividades, obtiveram melhores desempenhos e frequências escolares.


Conceitos de vulnerabilidade são capazes de influenciar práticas sociais?

27/08/21 Brasil Outros Outros
O debate em torno da concepção de vulnerabilidade busca trazer elementos de reflexão teórica que possam contribuir com o aprofundamento democrático no âmbito do acesso aos direitos de saúde e assistência social baseando-se no desvelamento dos rumos da seguridade social brasileira. Diante da relevância de se analisar as direções que a proteção social vem tomando no contexto atual do país, Carmo e Guizardi (2018) buscaram compreender e interpretar, pelo método de revisão da literatura, as concepções de vulnerabilidade nas políticas não contributivas que compõem a seguridade social, produzidas nas duas últimas décadas.


Quem decide quem tem que estudar?

24/08/21 Brasil Educação Avaliação Experimental (RCT)
A frequência escolar é um desafio para países em desenvolvimento. No Brasil, apesar de altas taxas de matrícula no sistema educacional, diversos fatores levam crianças e jovens a deixar de frequentar a escola, seja por necessidade ou por vontade própria. Recorrentemente, famílias discordam dos benefícios provenientes dos estudos e, muitas vezes, as decisões de faltar às aulas são tomadas pelos próprios alunos. A partir de um estudo sobre a demanda por programas de transferência condicionada de renda, pesquisadores demonstram que os responsáveis por famílias de baixa renda preferem monitorar e garantir a educação dos mais jovens a receber auxílios governamentais.

Cursos
Livres

No IDP você encontra cursos livres on-lines sobre os principais assuntos de Comunicação, Gestão, Economia e Direito.

SAIBA MAIS

CONTATO

SGAS Quadra 607 . Módulo 49 . Via L2 Sul - Brasília-DF - CEP 70200-670

(61) 3535.6565

laipp@idp.edu.br

Assine nossa newsletter
e receba novidades!