Ilicitude da prova obtida a partir de revista íntima de visitante em estabelecimento prisional | Repercussão Geral no Supremo Tribunal Federal em Matéria Penal – IDP

Event Details

17 jul 2020

Ilicitude da prova obtida a partir de revista íntima de visitante em estabelecimento prisional | Repercussão Geral no Supremo Tribunal Federal em Matéria Penal

ABOUT EVENT

Repercussão Geral no Supremo Tribunal Federal em Matéria Penal

3º Encontro – 17/07 – 9h30
Tema: Ilicitude da prova obtida a partir de revista íntima de visitante em estabelecimento prisional, por ofensa ao princípio da dignidade da pessoa humana e à proteção ao direito à intimidade, à honra e à imagem – Tema 998

Debatedores:
Bernardo Guidali Amaral | Especialista em Direito de Polícia Judiciária pela Escola Superior de Polícia (CESP/ANP). Delegado de Polícia Federal atuando nos inquéritos criminais no âmbito do Supremo Tribunal Federal.

Monique Cheker | Bacharel em Ciências Jurídicas pela UFRJ. Pós-graduaDA pela Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro. Procuradora da República.

Thiago Vieira | Advogado criminalista, professor da Pós-Graduação em Ciências Criminais da Universidade Católica do Salvador.

Mediadora:
Carolinna Getro | Bacharel em direito pela UniCeub. Pós-graduanda em Direito Penal e Processo Penal pelo IDP. Advogada.

FAÇA SEU CADASTRO PELO FORMULÁRIO ABAIXO:

EVENT SPEAKERS

Registration for : Ilicitude da prova obtida a partir de revista íntima de visitante em estabelecimento prisional | Repercussão Geral no Supremo Tribunal Federal em Matéria Penal

Registration Now

Share This Event